Operação padrão eleva o custo da importação

Recentemente o Sindicato dos Fiscais da Sefaz enviou comunicado ao Sindicato dos Despachantes, informando que o prazo das análises dos processos de importação seria de QUATRO dias.

Na verdade, naquela semana do comunicado, o prazo era contado a partir do terceiro dia de “fila”, D3 + 4.

O D3 é três dias aguardando para o processo ser aberto na máquina de um Fiscal, portanto naquela semana do comunicado o prazo real era de SETE dias.

Considerando que os Fiscais retiraram o visto eletrônico do Drawback, e tendem a fazer o mesmo com outros benefícios, o que eleva o prazo de espera na fila. Ou seja, não é mais D3, é um outro prazo D? + 4.

À medida que se vai congestionando artificialmente o sistema da Sefaz, o tempo de “fila” (D), tende a aumentar numa escala imprevisível, o “D” é a variável que crescerá exponencialmente com o passar dos dias, embora o prazo informado pelo órgão sindical seja de quatro dias.

Share This

Copy Link to Clipboard

Copy