Breakbulk: entenda mais sobre essa modalidade

blank

O transporte breakbulk é a forma mais antiga de se transportar cargas no modal marítimo, e permaneceu sendo a mais utilizada até o surgimento da conteinerização em 1950.

Embora menos utilizado atualmente, o transporte de carga breakbulk continua sendo importante na logística internacional, pois possui nichos específicos no qual se faz necessário.

Nesta leitura abordaremos sobre as características da modalidade breakbulk, sua importância, vantagens e desvantagens. Continue abaixo para conhecer melhor sobre este tema.

Desvendando a modalidade breakbulk: o que é e como funciona?

A modalidade breakbulk se caracteriza pelo manuseio e transporte da carga no navio de forma unitária, sem a utilização de containers que agrupam as cargas, e também difere dos graneleiros, já que estes não possuem embalagem individual.

As cargas breakbulk podem estar acondicionadas em sacos, caixas, barris, pallets, skids, para auxiliar no manuseio e proteção, ou ainda sem embalagem quando se trata de cargas grandes com dimensões excepcionais.

Navios especializados na modalidade breakbulk muitas vezes operam com um guindaste acoplado e equipamentos próprios, e assim controlam o carregamento e descarregamento das cargas.

Muitas vezes os terminais portuários podem não possuir o equipamento necessário para manusear os tipos de cargas transportadas na modalidade breakbulk.

Cargas que mais se adequam a modalidade breakbulk

Basicamente, qualquer tipo de carga geral pode ser transportada nesta modalidade, já que os navios têm propósito de uso geral, desde que a carga possua uma embalagem adequada.

Porém, este método de transporte se torna mais adequado para cargas grandes, com dimensões e pesos que ultrapassam as limitações de um container, pois financeira e operacionalmente não é indicado para cargas comuns que facilmente cabem em um container.

Alguns exemplos de cargas breakbulk são: maquinário de óleo e gás, tubos, barcos, turbinas, geradores, motores, peças e vigas de aço, bobinas e rolos de diferentes materiais, cargas acondicionadas em big bags, barris, tambores, e qualquer mercadoria de grandes dimensões ou pesadas.

A carga neste modo de transporte requer atenção extra na movimentação, já que não possuem uma camada extra de proteção como seria se fosse com o container.

Benefícios na modalidade breakbulk

A vantagem principal no breakbulk, é que permite o transporte de cargas de grandes dimensões e peso, no qual não seria possível transportar em um container padrão. Assim evita que a mercadoria seja desmontada em itens menores.

Por exemplo, se uma empresa compra um maquinário com tamanho e peso excedentes ao padrão de containers, a carga é transportada na modalidade breakbulk e chegará inteira ao local de destino.

Caso tivesse sido transportada em contêiner, o maquinário deveria ser desmontado, estufado no container de maneira apropriada, descarregado no país de destino e então montado novamente, o que geraria trabalho e custos extras.

Transportar cargas grandes na modalidade breakbulk é menos custoso.

Além disso, navios que levam cargas deste perfil possuem rotas com menos paradas, deixando o transit time mais rápido.

Para terminais e portos, a acessibilidade é um dos pontos positivos do transporte de cargas breakbulk, pois os navios na maioria das vezes possuem guindastes e equipamentos próprios para a carga e descarga das mercadorias, dispensando a necessidade de equipamentos especiais nos terminais.

Desafios na modalidade breakbulk

Já em relação aos desafios em utilizar este método de transporte, o principal é o planejamento e os recursos necessários, sendo essencial o alinhamento entre todos os envolvidos da cadeia logística, como armazéns, terminais, transportadoras, etc. Além de necessitar de mais mão de obra para todas as etapas.

Outro ponto é em relação ao valor do frete, que é mais caro, pois ocupa um maior espaço no navio quando comparado a containers.

Principalmente se tratando de cargas de grande volume, cada transporte requer uma análise minuciosa da logística para reduzir riscos e evitar danos.

Diferenças entre breakbulk vs. demais modalidades

Para ressaltar e deixar claro as diferenças da modalidade breakbulk com outros tipos de transporte via marítimo, destacamos abaixo:

  • Carga contentorizada (FCL ou LCL): a principal distinção da modalidade breakbulk é a utilização de containers para o transporte. As cargas conteinerizadas compõem a maioria do transporte marítimo, podendo ser FCL (full container load) ou LCL (less than container load).
  • Modalidade Ro-Ro: este segmento é projetado para atender cargas que entram e saem da embarcação sobre suas próprias rodas, sendo o foco o transporte de veículos.
  • Cargas Bulk ou granel: são mercadorias em grandes volumes ou materiais em estado bruto, esses itens não são embalados e requerem transporte em navios específicos. As cargas a granel podem ser classificadas em líquidas e sólidas.

Breakbulk e outras modalidades de transporte são diferentes em termos de eficiência, custos e capacidades de carga, desempenhando papéis específicos conforme a necessidade de cada operação.

O transporte de cargas breakbulk é ideal para cargas que não são compatíveis com containers, e possui suas vantagens e desvantagens. Um aspecto importante deste transporte é a necessidade de um planejamento adequado, com profissionais experientes.

A PGL é especialista em diversas modalidades de transporte de cargas, inclusive breakbulk, e podemos auxiliar sua empresa a importar ou exportar de forma segura e eficiente.

Share This

Copy Link to Clipboard

Copy